4 passos para resolver conflitos.

4 passos para resolver conflitos.

Assembleias geralmente terminam em briga? Dois moradores simplesmente não conseguem conviver? Há um clima ruim entre síndico e moradores? Se você se identificou com alguma dessas situações, confira esta lista de 4 passos para resolver (ou participar da solução) de conflitos:

  1. Observar sem julgar. Atenha-se aos fatos, evite julgamentos e críticas. Quando direcionamos nossos esforços aos fatos, e não às pessoas, é bem provável que elas nos escutem. Troque “você nunca respeita o horário de silêncio!” por “ouvi barulho vindo de seu apartamento ontem, às 2 da manhã”, por exemplo.
  1. Identifique e expresse emoções. Após observar, expresse o que sente com honestidade, tendo como norte as 4 emoções básicas, comuns a todos os seres humanos: medo, raiva, alegria e tristeza. Por exemplo: “quando você se esquece de trancar o portão, sentimos medo”. Isso facilita a empatia entre você e o causador do problema, fazendo com que ele se aproxime de você e entenda sua perspectiva.
  1. Também perceba e expresse necessidades. Esse passo consiste em identificar quais necessidades estão interligadas com as emoções que estamos sentindo. Com um morador que grita muito durante uma assembleia, por exemplo, o ideal seria: “Quando você grita durante a assembleia, deixa os demais participantes irritados e eles gostariam de se sentir respeitados.” Além disso, tente identificar sua necessidade, porque ele age de tal maneira e o que está faltando a ele para que seja assim.
  1. Faça pedidos claros, proponha soluções viáveis. A etapa final na solução de um conflito é propor uma solução. Para esse momento, evite linguagens que afastem as pessoas, como verbos no imperativo e palavrões (“Não quero mais que você faça isso”, por exemplo). Use uma comunicação positiva e amigável, como “gostaríamos que você falasse em um tom mais baixo, para que todos possamos conversar melhor”.

Clique no link e acesse o site da Crédito Real, lá você terá mais informações, pacotes de serviços e outras facilidades: www.creditoreal.com.br/condominios

Compartilhe

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*